Domingo, 14 de agosto de 2022

As riquezas e os destaques da quinta maior economia do Brasil

20/12/2017
No Paraná, os municípios do interior do estado são responsáveis por 60% do PIB do estado, que hoje é a 5ª maior economia do Brasil, com um PIB total de R$ 376,9 bilhões.

Se o estado do Paraná é hoje a 5ª maior economia do Brasil, muito disso se deve à riqueza encontrada no interior paranaense, que atingiu um PIB de R$ 376,9 bilhões. Enquanto o maior PIB está na capital dos paranaenses, a cidade de Curitiba, o interior paranaense não deixa por menos e tem expressiva participação na formação do Produto Interno Bruto do “estado das araucárias”.

 

CURITIBA

 

Com R$ 83,8 bilhões de PIB, Curitiba mantém a estabilidade de participação no PIB nacional desde 2014 e a 5ª posição no ranking de PIBs entre as capitais desde 2010. A indústria instalada em Curitiba corresponde a 12,53% do total do Paraná, sendo que as principais atividades se concentram na fabricação de produtos de metal, na manutenção de máquinas e equipamento e na fabricação de produtos alimentícios.

 

RANKING NACIONAL

 

Entre as 100 maiores forças econômicas do País, oito são municípios do Paraná, o que é uma marca excelente para o Estado. São eles: Curitiba, em 5º lugar nacional, com PIB de R$ 83,8 bilhões; São José dos Pinhais, em 34º no ranking, com PIB de R$ 22,7 bilhões; Londrina (PIB de R$ 17,7 bilhões); Maringá (R$ 15,4 bilhões); Araucária (R$ 13,9 bilhões); Foz do Iguaçu (R$ 12 bilhões); Ponta Grossa (R$ 11,8 bilhões) e Cascavel (R$ 10,1 bilhões).

 

PEQUENOS, MAS GRANDES EM PIB

 

Muitos municípios pequenos do Paraná são grandes na questão do PIB per capita. O campeão do Paraná é Saudade do Iguaçu, na região Sudoeste, com renda de R$ 114,1 mil por habitante. A economia da cidade é fortemente influenciada pelas operações da usina de Salto Santiago, no Rio Iguaçu, que é uma das maiores do Sul do País. Em seguida vem Araucária, com PIB per capita de R$ 104,5 mil; Indianápolis (R$ 86,4 mil), Cafelândia (R$ 82 mil) e São José dos Pinhais, com R$ 76 mil.

 

FOZ, CASCAVEL E TOLEDO FORMAM UM OESTE ROBUSTO

 

Se Curitiba repete seu desempenho em se tratando de PIB nos últimos anos, a força econômica do Oeste do Paraná também é robusta e representa boa parte dos 60% do PIB paranaense que está no interior.

No Oeste se encontram os municípios de Foz do Iguaçu, que foi a cidade com o maior crescimento do PIB no período de 2010 a 2015, Cascavel e Toledo.

Foz do Iguaçu saiu de R$ 6,2 bilhões em 2010 e chegou em R$ 12 bilhões em 2015, num crescimento bastante expressivo de 92,14%.

Claro que boa parte do PIB de Foz é formada pelo setor de turismo da famosa “terra das Cataratas”, que responde por 15% do total do PIB local, devido aos diversos atrativos turísticos que tem há na fronteira, como por exemplo, o Parque Nacional do Iguaçu, o qual abriga uma das sete maravilhas da natureza, as Cataratas do Iguaçu, que por ano recebe um pouco mais de 1,6 milhão de visitantes.

Também em Foz do Iguaçu está a maior geradora de energia renovável do planeta, a Itaipu Binacional. A Usina recebe anualmente mais de 800 mil turistas. O Marco das Três Fronteiras, por sua vez, recebe mais de 200 mil visitantes e o Parque das Aves chega a fechar o ano com mais de 300 mil visitantes. Isso tudo fez com que Foz do Iguaçu se tornasse o segundo principal polo de atração turística para estrangeiros que chegam ao Brasil. A cidade fica atrás apenas do Rio de Janeiro.

Além de Foz do Iguaçu, também no Oeste do Paraná está Cascavel, outro destaque dentre os ricos polos paranaenses, que em seis anos praticamente dobrou o PIB local. Em 2010, o Produto Interno Bruto de Cascavel era de R$ 5 bilhões e em 2015 passou para R$ 10 bilhões, um salto de 90,43%.

E é no Oeste do Paraná que está uma terceira potência econômica, a cidade de Toledo, o primeiro PIB agropecuário do Estado, que em 2017 atingiu R$ 2,184 bilhões.

Em Toledo, assim como no Paraná, a maior riqueza está no seu  interior. A cidade registrou pelo 5º ano consecutivo o maior Valor Bruto da Produção Agropecuário (VBPA) do Paraná, fator que coloca o município também entre as principais cidades do Agronegócio do Brasil, estando atualmente na 11ª posição.

Toledo detém o título de maior produtor de suínos do país, com um plantel de mais de 1,2 milhão de cabeças, alojadas em mais de 1.000 granjas, sendo que a suinocultura representa cerca de 40% do VPB de Toledo, ou seja, R$ 836,027 milhões em 2017.

O município acaba de completar a marca de 300 quilômetros de asfaltos nas estradas do interior, quase impossível de ser atingida por outro município brasileiro.

Ou seja, o Paraná se orgulha de estar entre as principais economias do Brasil, e seu interior também é um orgulho só, onde está boa parte da riqueza do estado, assim como a maior geração de renda e emprego.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

1 COMENTÁRIO(S)

Sqwhyy Amoxicillin 850 Mg Side Effects https://newfasttadalafil.com/ - buy cialis Stclwb CONTRAINDICATIONS LASIX is contraindicated in patients with anuria and in patients with a history of hypersensitivity to furosemide. Cialis Pharmacy Without Dr Prescriptions Jzsusm https://newfasttadalafil.com/ - cialis 40 mg
comentado por Exigmew em 08/06/2022